Rádio Criciuma

Rádio Criciúma

Mamãe paraplégica dá a luz a menino em Criciúma (Foto)
Geral - 11/09/2010 - 09h50min

Foto: Taize PizoniCriciúma – Uma linda história de novela virou realidade na Maternidade do Hospital São José. A mamãe Daiane Bonfim Velho, de 28 anos, superou as barreiras impostas por sua paraplegia e deu a luz a um menino de 3,45 quilos e 49 centímetros na quinta-feira (9). A família toda está exultante de
felicidade com o nascimento de Enzo. “Meu filho é um guerreiro desde que foi gerado”, exclamou a mãe, ao falar do seu sentimento. Enquanto a avó materna, Marlene Aparecida Velho, admitiu que aquele netinho é especial. “É o milagre da vida”, enalteceu.

Após o parto, só na tarde de sexta-feira é que Daiane teve a chance de rever o filhote. Por ter nascido prematuro, no oitavo mês de gestação, o bebê ficou na Foto: Taize Pizoniincubadora, para manter a temperatura e fortalecer os pulmões. Já a mamãe, não podia levantar por causa da cirurgia. “Ai, deixa eu ver meu filho”, pediu ela, quando a técnica de enfermagem entrou no quarto com o menino. Ao mesmo tempo que o papai coruja, Altamir Rodrigues, 23 anos, e a irmãzinha mais velha, Jhenifer Kauani Velho Mota, 10 anos, também se alegraram com a chegada do bebê.

Daiane sofreu um acidente de trânsito há nove anos e ficou paraplégica. Casada há quatro anos, ela não pretendia ter o segundo filho e os médicos desaconselhavam, mas o marido queria. E não é que aconteceu! A jovem engravidou quando tomava uma medicação que cortou o efeito do anticoncepcional. Foto: Taize PizoniNa descoberta da novidade, um misto de alegria e preocupação em toda a família. “Eu fiquei com os dois sentimentos. Tinha medo dele não nascer perfeitinho, porque eu fico muito tempo sentada”, comentou a mamãe. Até o quinto mês de gestação, foi tudo bem. Depois, infecções em decorrência da paralisia incomodaram.

Após a alta médica, mãe e filho retornaram para a casa, no bairro Nova Iorque, em Forquilha. “Faço tudo sozinha, só no começo vou precisar de todo mundo”, pediu Daiane. E a filha Jhenifer prometeu ajudar: "“Eu já cuidava dela antes”", falou, envergonhada, a menina.
A fisioterapeuta do Grupo Vida Ativa – de apoio aos pacientes raqui-medular, Irmã Maria Argentina, dizia-se sentir como uma das avós do pequeno Enzo. “"Para nós do grupo é o primeiro caso. Uma gravidez de risco, mas que acompanhamos, dando o apoio”".

Taize Pizoni





Últimas notícias
16/04 - Geral
Exame do IGP confirma identidade gráfica de ex-secretário de Criciúma
15/04 - Mundo
Secretário de Estado norte-americano acusa Telexfree de fraude
15/04 - Economia
59.265 veículos foram emplacados neste trimestre em SC
14/04 - Polícia
DIC de Criciúma prende chefona de tráfico na Linha Anta (Fotos)
14/04 - Mundo
Repórter fuma maconha ao lado do presidente Mujica (Foto)
» Mais Notícias

home | notícias | artigos | colunistas | livro de visitas | vídeos
anuncie | aovivo | cadastre-se | galeria de fotos | cidades
classificados | quem toca aqui

Copyright © 2014. Todos os direitos Reservados

Classificados
O que você procura?
Webcam Ao vivo
imagem da webcamClique para ver ao vivo, imagens da nossa webcam.